quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Criação, inspiração e ação

Por onde devemos mesmo começar? Tem dias que eu fico muito na dúvida. E foi o que me ocorreu no dia de ontem, por exemplo. Sabe aquela sensação de que estamos rodando, rodando e rodando e ficamos em uma inércia total? Eu tinha comigo uma lista enorme de afazeres nas mãos: Compras para a loja; finalizar uma encomenda (festa Ursinho pooh, que diga-se de passagem, embarca na próxima semana para Miami – EUA. Viva!! ‘A Festa’ será internacional, não é chique? rsrsrs); iniciar a produção de uma outra festa; aprovar a criação de um convite, além, claro, de toda a rotina diária do meu lar doce lar. Haja mulher pra isso tudo!

Bom, mas a prioridade número um do dia chamava-se: CRIAR. Eu precisava apresentar a ideia do convite para a cliente e queria muito que a ‘GRANDE’ ideia nascesse, assim como o bebê dela nasceria ontem mesmo, caso eu não apresentasse NADA! Enfim, eu esperava muito pela ideia e, em contrapartida, tudo em volta de mim esperava a minha atitude, o meu start inicial. Era o almoço que eu deveria providenciar (montamos um esquema prático, onde congelamos muitas porções, optamos por alimentos de rápido preparo e temos ainda plano b, c e d), a tarefa de casa das crianças, o banho, colocar o uniforme, preparar as lancheiras e etc. Ainda no meio disso tudo, choros, brigas entre eles e muito, muito “vai já para o castigo”. Aff... De onde mesmo viria a tal da inspiração?

E por falar em AÇÃO. Ontem, também foi dia de agir com o nosso Gabriel. Estivemos
Meu minion e a sua amada chupetinha
antes de ontem no hospital com ele, aliás, o Victor foi só, pois um teve de ficar em casa com o outro filho para não haver mais doentes por aqui. E o médico explicou todas as problemáticas que a chupeta traz para a vida de uma criança e uma delas é a tal da bactéria. Como a chupeta caí muito no chão, imagina só as chances que a criança tem de adoecer! Pois bem, aos dois anos e meio, chegou o dia da chupetinha do Biel ir para o saquinho de lixo. Imaginem só o chororó que foi? É de cortar o coração da mamãe em mil pedacinhos e meio.

Victor cortou a chupeta (mau) e quando o Biel procurou, tivemos que mostrar para ele que a chupeta acabou... aprovetei e filmei a cena (bem chocante, cuidado)

video


De onde mesmo viria a tal da inspiração?
Há quem diga que a ideia vem quando estamos sossegados, tranquilos, estudando imagens, com tempo e etc... Não há regras para isso, claro, mas, como uma mãe de dois meninOs, sem ajudantes no lar (acho que vou falar isso em todo post rsrsrs... Mas, não entendam como um protesto, ok?) e com muitos prazos pela frente, como conseguiria tal proeza? Há há há.

algumas de nossas peças: cadeirinha chanel poá
com 'amor perfeito'. atrás, sapato 3D oncinha e as taças
de noivos personalizadas
Várias vezes a ideia me vem por sonho. Sim, eu sonho com a festa que estou planejando! Normal... não? rsrsrs Ou na corrida (5 km), no parque pela manhã – bem cedo –  lá eu também penso bastante e as vezes saí alguma coisa. Mas, ontem... Ontem, gente, estava bem travado... meio que marcha lenta. Sabe? Então, só me restava agir e esperar a bendita ideia chegar, claro que eu não parava de pensar nela. Então, como ontem o marido podia ficar em casa com as crianças (ebaaaa), resolvi agir e comecei por uma parte que eu adoro fazer: as comprinhas para as festas. Então, ‘pernas para que te quero’.





Porta-maternidade oficina criado para uma grande amiga e
cliente da loja, Dani Zanchetta Behr


Das nossas mercadorias, muita coisa é comprada virtualmente, algumas outras temos fornecedores aqui mesmo em Brasília, mas as que eu consigo ver, pegar, sentir, cheirar, ah... essas eu prefiro. Gosto de escolher cada detalhe e me intrometo em tudo mesmo (Sou chamada lá na loja de  A MAIOR chata L e tudo o mais que vocês possam imaginar –  é drama, gente – rsrsrsr) .

Enfim, depois de que eu fingi que ‘não era comigo’ o compromisso de apresentar uma ideia ainda naquele dia e ter me envolvido bastante com a minha listinha de afazeres do dia, com as crianças e o tudo mais, eis que eu passo em frente em uma loja e me deparo com a ideia que eu tanto esperava! Sim... a ideia estava lá todo tempo e só eu não via! Bem, se o convite era para um chá de bebê, uma menina, levaria o tema princesa, um vestidinho pendurado em um cabide com todos os meus adereços e “frus frus” de peruinha não seria perfeito?

Eis aqui o  vestidinho princesa que será o convite do chá de
bebê da Helô, ele abre para a esquerda e a coroa fica por fora da
embalagem para escrever o nome do convidado

 Dali em diante foi só o tempo de terminar as compras, voltar para casa correndo, almoçar com a grande família, deixar os meninos na escola e me trancar no meu mais perfeito mundo, que fica no meu ateliê, fazer algumas pesquisas de cores e etc e Pronto, a tão esperada ideia nascia ali! J
... É a criação, a inspiração sempre vem... basta AGIR! ;)

A parte da frente da loja para atendimento aos cliente, na parte
de dentro fica o nosso escritório, uma cozinha, dois pequenos depósitos
e a área do ateliê para as produções


Beijos da Beta Belyse J  





Nenhum comentário:

Postar um comentário